Exames

Laboratoriais

Veja uma descrição mais detalhada de alguns dos nossos Exames Laboratoriais.

Colesterol

Exame de sangue que mede as taxas de colesterol e de suas frações – HDL (o “colesterol bom”), LDL (o “colesterol ruim”) e triglicerídeos – na corrente sanguínea. O colesterol é diferente de outros exames porque não é usado para diagnosticar ou monitorar uma doença e, sim, para avaliar o risco de desenvolver uma doença, especificamente doença cardíaca.

Creatinina

É um exame de sangue que mede os níveis da creatinina, substância que resulta do metabolismo da creatina, reconhecida como essencial para a energia muscular. É um importante indicador das condições dos rins, sobretudo para avaliar sua capacidade de filtração. Valores aumentados apontam diminuição da função renal, desidratação, obstrução do trato urinário ou doenças musculares. Os níveis diminuídos podem indicar gravidez e massa muscular reduzida.

Fosfatase Alcalina

A fosfatase alcalina está presente em altas concentrações nos ossos, fígado, intestino e placenta. Indicador útil de doenças hepáticas e de doenças ósseas associadas com hiperatividade osteoblástica. Aumenta nas doenças hepáticas e do trato biliar, na metástase óssea, na acromegalia, no hipertireoidismo, no raquitismo, e outras. Diminui no hipotireoidismo, retardo de crescimento, desnutrição grave. é analisado a partir de coleta do sangue.

Gama GT

Gama GT ou Gama Glutamil Transpeptidase (ou Gama Glutamil Transferase) é uma enzima presente no fígado. Serve para acelerar processo químicos dentro do fígado. É por meio das enzimas hepáticas que o nosso fígado é capaz de metabolizar as diversas substâncias no nosso organismo, desde as que ingerimos até aquelas produzidas dentro do próprio corpo. Ao fazer o exame de sangue podemos encontrar valores normais ou alterados. A partir dos valores encontrados, pode ser notado inflamações no fígado, uso indevido de medicamentos, entre outros.

Glicemia de Jejum

Este exame de sangue mostra a taxa de glicose na corrente sanguínea com o organismo em jejum. Ao informar se os níveis do açúcar (glicose) coletados do sangue após jejum obedecem a uma determinada faixa de valores medidos em mg/dL (miligramas por decilitro), este exame é o primeiro passo laboratorial na investigação do diabetes. Serve também para acompanhar a doença, inclusive durante a gravidez.

Hemograma

Hemograma é um exame de sangue que consiste na contagem das células brancas e vermelhas, das plaquetas e dos reticulócitos e na medição de índices hematológicos como a dosagem de hemoglobina e do hematócrito (porcentagem dos glóbulos vermelhos no volume total de sangue). Chama-se hemograma completo aquele que também fornece uma contagem diferencial dos leucócitos. Do hemograma completo consta ainda a hematoscopia, que é o estudo da forma das hemácias.

Sódio e Potássio

Exame de sangue que mede os níveis de sódio (Na) e o potássio (K) na corrente sanguínea. A medida destas duas substâncias permite avaliar a função renal, o equilíbrio ácido/básico, a função neuromuscular e o comportamento da pressão arterial.

TGO

Também chamada de aspartato aminotransferase (AST), é encontrada em altas concentrações no citoplasma e nas mitocôndrias do fígado, músculos esquelético e cardíaco, rins, pâncreas e eritrócitos (glóbulos vermelhos). Quando qualquer um desses tecidos é danificado, a TGO é liberada no sangue.

TGP

Conhecida ainda como alanina aminotransferase (ALT), é encontrada em altas concentrações apenas no citoplasma do fígado, o que torna o seu aumento mais específico de lesão hepática. No entanto, pode estar aumentada em conjunto com a AST em doenças musculares severas.

Triglicerídeos

Exame de sangue que mede os níveis de triglicérides (triglicerídeos), forma química pela qual a gordura orgânica (lipídios) é armazenada no organismo. Serve para avaliar o metabolismo das gorduras no organismo e também fatores de risco para doenças cardiovasculares.

Uréia

Exame que detecta os níveis de ureia, substância resultante do metabolismo das proteínas, produzida no fígado, a partir da amônia. É importante indicador para avaliar o funcionamento dos rins, mas também dá informações a respeito da ingestão de proteínas. É feito pela coleta de sangue de uma veia do braço.

Urina 1

Exame comum, que analisa a densidade, o PH, a glicose, as proteínas e diversos outros componentes da urina. É uma rotina de qualquer check-up. Ajuda na investigação de infecções e/ou disfunções do sistema urinário e também no controle de doenças hipertensivas e metabólicas (como diabetes).